A localização de software e a indústria de tecnologia

Transpondo barreiras geográficas, a indústria de Software cresce de forma vertiginosa, ao passo que a informatização e as facilidades mobile se tornam cada vez mais presentes na forma como interagimos com o mundo, seja por meio de plataformas de gestão, consumo, entretenimento ou outras. Assim como nesses segmentos, o mercado está exportando cada vez mais programas e aplicações demandando atenção por parte das desenvolvedoras na internacionalização (ou globalização) e na localização de software(s), também conhecidas respectivamente pelas sigas i17o e l9o.

 

Em 2007, os EUA detinham cerca de 90% desse mercado, mas entre 2013 e 2014, novos players mundiais, incluindo o Brasil, passaram a ter participação importante, e o Brasil passou a ocupar a 8ª posição entre esses players, levando uma fatia de US$ 61,6 bilhões deste mercado. Essa distribuição implica em uma concorrência acirrada, combinada com a necessidade de pensar num conceito global para driblar a competitividade.

 

Hoje, ao desenvolver um software, é necessário preocupar-se com a internacionalização do produto para torná-lo viável aos usuários e para que também não haja desperdício de recursos com necessidade de readaptação ao exportá-lo. Essa ação consiste em neutralizar o programa para que ele esteja pronto para se adaptar a qualquer necessidade idiomática e cultural, sem alterações em sua estrutura.

 

O passo seguinte é a localização, que diz respeito a ajustes que incluem idioma, moeda local, data e hora, símbolos, ícones e cores, além da conferência de requisitos legais e da análise de elementos que possam resultar em erros de interpretação dos usuários. Na localização, o produto é direcionado a um determinado país ou público e se constitui como uma etapa importante para aceitabilidade do produto pelo público-alvo. É importante salientar também que a localização não se trata somente de realizar a tradução, uma vez que símbolos e signos transitam por diversos significados em um contexto cultural.

 

Portanto, a internacionalização e a localização de software não devem ser confundidas. São conceitos diferentes e ocorrem de forma processual, a fim de que o produto traga o melhor resultado, principalmente, para o usuário que vai interagir com esses recursos.

 

Nesse sentido, é aconselhável que tradutores e revisores sempre trabalhem com acesso a uma versão beta do software, para consulta contextual prévia, capaz de resolver antecipadamente as dúvidas terminológicas, sedimentando a qualidade desde o princípio e facilitando a etapa final de teste do sistema.

 

A localização de software é um dos produtos de maior expertise da ZAUM Traduções e conta com um trabalho integrado, a fim de respeitar terminologias, além de valorizar o teste do sistema do ponto de vista linguístico e da utilização pelo usuário, o que é importantíssimo na localização de software.

 

Fonte:

http://zaumlangs.com/localizacao-de-software/ Localização de Software